10/03/2009

O Deslumbre dos Diamantes



A Angola para os portugueses está na moda!

Não há empresa de construção cívil portuguesa digna de ser empresa que não esteja em Angola e como essas muitas outras que por lá estão a assentar e constituir negócio. Agora também chegou a vez dos trabalhadores, muitos licenciados, que imigram para Angola com promessas de salários elevados. 

Angola deslumbra.

Entretanto começamos a assistir à vinda das empresas Angolanas para Portugal também como forma de entrarem no mercado europeu.

Em teoria tudo isto é bom, muito bom. Porém, perante tudo isto mostro-me apreensivo, pois tenho a leve sensação de que Angola é um barríl de pólvora que irá explodir a médio prazo. A História também serve para ajudar a prever o futuro.

Um país em que há diamentes, ouro e petróleo e ao mesmo tempo pessoas a morrer de fome e doenças como raiva, um país em que há tantas assimetrias. É impossível que em Angola não ocorra uma revolta popular e política nos próximos anos. Nessa altura o problema não será apenas o património português em Angola, mas também o património Angolano em Portugal que poderá empurrar este país para situações económicas muitos difíceis.

A solução claro está não passa por travar estas trocas comerciais, passa porém por obrigar a contrapartidas sociais justas, ou seja obrigar o governo angolano a investir em redes escolares e de saúde para promover o desenvolvimento social... 

Quando digo obrigar é obrigar mesmo, porque a diplomacia faz-se com relações amistosas mas também com posições firmes.

1 comentário:

Andreia do Flautim disse...

Sim, essas coisas não deviam ser descuradas!