05/03/2009

Congelamento de Salários na PT


A PT propôs hoje aos sindicatos o congelamento de salários para 2009 alegando o contexto de crise económica e as responsabilidades futuras do fundo de pensões.

Claro está que o perigo desta e qualquer crise económica é o aproveitamento que dela se pode fazer. No caso concreto desta empresa não me parece que a mesma esteja a sentir resultados da crise, pelo contrário, o ano de 2008 foi certamente muito positivo dado o sucesso do produto MEO, o mesmo se espera para 2009. Por outro lado, de modo geral o salário e regalias dos desta trabalhadores desta empresa é genericamente maior que a média dos trabalhadores portugueses, pelo que um eventual congelamento destes salários em nada afecta a sua vida económica para 2009.

Ainda ontem o economista Silva Lopes defendeu o congelamento de salários acima do salário mínimo, eu próprio em post publicado neste blogue (ver aqui e aqui) defendi as mesmas linhas orientadores, porém a minha tese nesta matéria vai no sentido das poupanças assim obtidas serem canalizadas para o reforço dos salários mínimos (principio de solidariedade) ou numa situação de grave dificuldade económica da empresa. Ora, o caso da PT não se enquadra em nenhum destes casos, pois nem tem trabalhadores a ganhar o salário mínimo nem atravessa graves dificuldades económicas, pelo que me parece ser um claro aproveitamento do momento social.  

Sem comentários: