02/01/2009

A Verdade?

Não é a primeira vez que o Presidente da Câmara de Vizela levanta "suspeitas" sobre o processo de criação do Concelho de Vizela. Os vizelenses anónimos parecem andar enganados, pelo menos a fazer jús ás palavras do Sr. Presidente da Câmara, pelo que Manuel Monteiro terá sido pegado a ombros nesta praça por mero equívoco.

“Mas pior é vires falar de Manuel Monteiro. Não sabes como foi criado o concelho de Vizela. Não andaste lá, como eu, e não te contaram a verdade. Não tens moral para vir falar na figura “incontornável” de Manuel Monteiro”, acrescentou o autarca vizelense.
in RVJornal

Se há uma outra verdade porque não há quem a conte?

3 comentários:

1/2Kg de Broa disse...

Temo que qualquer decisão deste nível tenha sempre alguns pontos que são escondidos do público.

josé manuel faria disse...

Concordo com o 1/2Kg. Há muitas manchas sombrias no processo.

Por exemplo em Julho de 97 o PS chumbou o projecto.

E em Março de 98, o PS aprovou na generalidade a criação do Concelho. O que mudou? Muito jogo de influências e de bastidores.

Outro dado curioso: O PCP não apresentava o projecto, porque não tinha garantia da sua aprovação, disse João Amaral em Vizela ( Casa do Povo)e em particular à concelhia do partido.

Houve "negócio" entre o PS e o CDS, claramente. Pode por isso não ser possível a divulgação total do mesmo.

A verdade é que Manuel Monteiro apresentou-se como o pai do Concelho, e as massas precisam de uma vanguarda e de nomes.

Jorge Miranda disse...

Pois tudo isso é possível. Porém acrescento dois comentários:

1 - Por isso é que a política(?)
"fede".

2 - Se há algo que não se pode contar, então não se levanta a ponta do véu.